segunda-feira, junho 18, 2007

Atenção!




Já se sabe que a língua portuguesa é muito rica em palavras e, portanto, é também rica em regras gramaticais! No entanto, devemos TODOS esforçar-nos para escrever correctamente.

Assim, fica já aqui a informação que a contracção da preposição a com a forma feminima do determinante artigo definido a(s) e com os determinantes ou pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo se escrevem da seguinte forma:






à(s)





àquele(s)





àquelas(s)





àquilo










Não existe á!!!


Este erro é muito visto por aí!


E ás só se for o de copas/espadas/paus/ouros ou, então, "Eu sou um ás a jogar às cartas!


9 comentários:

Cida disse...

Gostei destes esclarecimentos. Muito bom! Adoro os poemas da Julieta Lima, quando leio seus poemas me sinto dentro deles. Uma linda semana. Beijos

João Filipe Ferreira disse...

eheh

saio sempre esclarecido daqui...mas este erro nunca dou...:)
beijinho enorme "stôra"
:)

D. Maria e o Coelhinho disse...

Jesus, Jesus........
O Coelhinho marou...........!!!!

D. MARIA

José Alberto Mostardinha disse...

Olá:

Obrigado pela lição de hoje :-)

Agora deixo-te uma dúvida que, volta-e-meia me atormenta.

Viste aquele te ali em cima?
Pois é, explica quando deve e não se deve usar o tracinho... cuja definição também me esquece agora.

Boa semana.
Beijos,

lapiseira disse...

os meus pequenitos (7/8 anos) já fazem uso da regra ( há ou à)
Dizem uns aos outros:
" Se conseguires trocar por existe é porque leva H , se não é porque leva o acento ao contrário"

Thunder disse...

José Alberto Mostardinha:

O hífen pode ser usado para diversas situações.
Neste caso,o hífen usa-se para separar o verbo do pronome pessoal "te". Este "te" veio substituir o complemento indirecto.
Bjs.

caditonuno disse...

é completamente verdade!!!

deixo-te mais um exemplo:

ontem num paapel num talho, assim com umas letras enormes, tipo cartaz, estava escrito

"ASSEM DE VITELA". será que o homem quereria dizer ACÉM???

bell disse...

O problema é que existe! Existe na conjugação pronominal. Exemplo: ele escreverá essa carta - ele escrevê-la-á.

Outro problema é que o computador não o marca como erro quando aparece isolado.

Thunder disse...

Muito bem Bell, mas eu refiro-me a um A isolado! Nesse caso, não é uma contração, por isso o acento é agudo! Mas A isolado, só com acento grave.
Obrigada pela visita.